Copa do Brasil: Flamengo faz 6×0 no ABC e fica perto das quartas

O Flamengo vai passear em Natal daqui uma semana. Com enorme vantagem após golear o ABC, no Maracanã, por 6×0, nesta quinta-feira (29), o técnico Renato Gaúcho, enfim, poderá descansar todos os seus titulares após a visita ao Corinthians. Praticamente classificado às quartas de final da Copa do Brasil, vai à Arena das Dunas apenas confirmar a vaga encaminhada com maestria no Rio de Janeiro.

O Flamengo cumpriu à risca a determinação do treinador para o primeiro jogo. Renato pediu marcação alta, pressão, seriedade e vitória com boa vantagem no confronto. A situação ficou confortável com a realização de apenas 45 minutos e 4 a 0 no placar. Sem nenhum risco atrás e arrasador na frente, viu Arrascaeta orquestrar as jogadas e Bruno Henrique e Gabriel Barbosa mostrarem que estão com o fato de gol apurado.

Disposto a abrir vantagem e ficar tranquilo para o duelo da volta, marcado para a Arena das Dunas, Renato Gaúcho escalou todos os seus titulares do meio para a frente. Descanso apenas para os zagueiros Rodrigo Caio e Gustavo Henrique, além do lateral Filipe Luís.

E bastou o árbitro apitar o início do jogo para o Flamengo sair com tudo para o ataque. A ordem era botar um gol de vantagem cedo. Com pressa, o time foi logo assustando com menos de um minuto. Antes dos 10, já eram quatro finalizações. Gabriel Barbosa perdeu gol feito. Os laterais Isla e Renê eram pontas no Maracanã.

Os atletas do time potiguar estavam tão assustados que tentavam “matar o tempo” antes da metade da etapa inicial, para desespero de Renato Gaúcho. O técnico brigava com o árbitro cobrando atitude contra a cera do ABC. “É um esculacho”, disparava, bastante incomodado.

O ABC, com cinco defensores e somente um homem na frente, virou presa fácil. Sem “achar” os cariocas, ainda sofreu mais dois gols antes do intervalo. Bruno Henrique bateu no canto e Gabriel acertou a cabeçada.

O começo do segundo tempo foi de notícia ruim para Renato Gaúcho Em uma arrancada, sozinho, Renê sentiu contusão muscular na coxa direita. Saiu de campo chorando. O lance assustou o treinador, que imediatamente trocou logo quatro de uma vez. Além de tirar o lateral, machucado, resolveu se precaver e deu descanso a Bruno Henrique, Diego Ribas e Arrascaeta. Pouco depois tiraria Gabriel.

Já com o ataque reserva em campo, o Flamengo resolveu apertar nos minutos finais. Pedro ficou no quase, Michael fechou acertou o alvo e fechou a surra histórica.

Da Redação: NCN= Nossa Conexão News com CORREIO

Foi a quarta goleada seguida do time rubro-negro, que encaminhou classificação
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: