Lideranças falam em casadinha Lula-ACM Neto e começam a assombrar petistas pelo interior da Bahia

O deputado federal licenciado Nelson Pelegrino (PT) conseguiu a aprovação do seu nome para o vaga no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) na tarde desta terça (14), conseguiu unir “Gregos e Troianos” numa votação que terminou com 50 votos favoráveis e dois contrários.

Apostas

Tão logo os votos foram contabilizados, iniciaram-se as especulações sobre quais parlamentares votaram contra o petista. Hilton Coelho (Psol) e Capitão Alden (PSL) lideraram a banca!

Procura-se

Durante a sessão plenária, antes da votação, o painel registrou a presença de mais de 52 deputados. Com a ressalva do presidente que só vota em caso de desempate, outros parlamentares optaram pela abstenção e durante a votação não registraram a presença. Fica para a próxima.

Postergar 

Duas teses estão foram levantadas acerca do adiamento da votação do relatório que pune o deputado Capitão Alden com a suspensão do mandato por 30 dias. A primeira, é de que a eventual punição poderia “manchar” a agenda positiva de Pelegrino, ou seja, a imprensa trataria com o mesmo peso de uma medida punitiva e uma “comemoração”. Esta é uma hipótese um tanto quanto questionável.

Para acalmar

Já a segunda é de que a poeira baixou e tem legislador tentando evitar a punição de Alden. Hoje, a possibilidade de não haver suspensão de mandato beira ao zero, mas com o tempo é possível que o clima fique mais favorável a uma mudança de rumo. De uma forma ou de outra, o ímpeto punitivo da oposição magoada já foi abrandado.

Tudo nosso

No interior da Bahia cresce uma semente que não agrada nem um pouco ao senador Jaques Wagner. Mesmo sem relações políticas, muita liderança, prefeitos, vereadores estão defendendo a casadinha Lula e ACM Neto. Esta é realmente uma possibilidade que assombra os petistas. Se colar ficará muito difícil para o grupo atual manter o Executivo estadual.

Problema velho

Deputados da base de ACM Neto já não sabem o que fazer para que o líder político abrace de fato suas candidaturas. O que externam é que o ex-prefeito de Salvador cuida de si e quem quiser que cole na corda e siga o fluxo. A prioridade é chegar no Palácio de Ondina, o que vier depois é lucro.

Solução nova

A torcida do grupo político é para que as verbas federais continuem a jorrar via emendas do relator ou nas dobradinhas com os deputados da Casa Baixa do Congresso Nacional. Contudo, a grana que chega para Chico, chega também para Francisco. Os progressistas, por exemplo, estão nadando de braçada no orçamento.

Inflação

De um deputado baiano: a inflação está presente também na eleição, não se enganem. As pedidas estão cada vez mais altas e a entrega cada vez mais duvidosa. Isso quer dizer que o dinheiro está correndo muito e os votos não necessariamente serão contabilizados.

Da Redação: NCN= Nossa Conexão News com BNews

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: