Chagas sobre empate com o Bahia de Feira: ‘Até um resultado bom’

O técnico Rodrigo Chagas gostaria de ter comemorado um triunfo na noite desta quarta-feira (31), mas avaliou como positivo o empate em 1×1 com o Bahia de Feira, na Arena Cajueiro, pela 6ª rodada do Campeonato Baiano. O Vitória encontrou muita dificuldade para criar oportunidades ofensivas no primeiro tempo do jogo, mas melhorou na etapa final, conseguiu balançar a rede e equilibrou as ações.

“(…) Fizemos um jogo com uma equipe bastante aguerrida, bastante competitiva. Tivemos dificuldades. Conseguimos sair dessas dificuldades. O segundo tempo, voltamos melhor, com entrada do David, trazendo Alisson (Farias) por dentro, um jogador com uma lucidez muito grande jogando por dentro. Conseguimos criar mais situações. Mas foi um jogo muito bom, muito bem jogado pelas duas equipes, buscando o tempo todo o gol. O empate é até um resultado bom dentro daquilo que foi apresentado pelas duas equipes”, avaliou o treinador rubro-negro após o apito final.

Rodrigo Chagas também pontuou a falha do Vitória no lance do gol sofrido. Diones abriu o placar para o Bahia de Feira aos 40 minutos do primeiro tempo, após falha de Mateus Moraes.

“Tomamos um gol com uma saída, a bola em nossos pés. Infelizmente, o tempo do passe errado. Propiciamos que o adversário fizesse um gol. Depois disso, teve uma série de erros de encaixe de marcação. Mas não tenha dúvida que é uma situação que vamos trabalhar, corrigir, para que a gente não sofra em outros jogos”, afirmou o técnico.

BRONCA COM A ARBITRAGEM

Após o apito final, o centroavante Eron se queixou da arbitragem do jogo. Emerson Ricardo de Almeida Andrade apitou a partida e foi auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen e Edevan de Oliveira Pereira.

“Não existe. A gente vem para um jogo de um campeonato importante, já tem a dificuldade do campo, que a gente não está adaptado, tem que se adaptar durante o jogo e o juíz faz isso que todo mundo viu. O cara não deu uma falta pra gente no segundo tempo. Aqui ele deu um minuto de acréscimo com tanto jogo parado que foi no segundo tempo. Todo mundo tá vendo”, afirmou o centroavante. “Agora é descansar e botar a cabeça no lugar, pois domingo tem outra final pra gente pela Copa do Nordeste”, completou Eron

O Vitória volta a campo no domingo (4), às 18h, quando recebe o Treze, no Barradão, em jogo válido pela penúltima rodada da fase classificatória da Copa do Nordeste. Depois, na quarta-feira (7), joga em casa novamente, contra o Rio Branco-ES, às 19h, em partida única válida pela segunda fase da Copa do Brasil.

 

Da Redação:NCN=Nossa Conexão News com CORREIO

 

Técnico do Vitória avaliou o desempenho do time na Areja Cajueiro
Camisa 7 do Vitória, Ygor Catatau briga pela bola na Arena Cajueiro (Pietro Carpi/ECV)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: