Alagoinhas é o primeiro município do Núcleo Regional de Saúde (macrorregião Nordeste) preparado para aplicar a vacina da Pfizer/BioNTech

Por ser reconhecido em seu desempenho, agilidade, organização e metas de vacinação constantemente ultrapassadas, Alagoinhas (BA) é o primeiro dos 33 municípios da Macrorregião Nordeste do Núcleo Regional de Saúde a receber as doses do imunizante da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19.

“Nós precisamos que os outros municípios se preparem para esse imunizante. Alagoinhas já recebeu porque, acompanhando o processo de vacinação, vi que o trabalho que essa equipe está fazendo é inquestionável, com uma dinâmica integrada, supervisionada e deve ser espelho para outras cidades”, destaca Engracia Lima, responsável técnica pela imunização do Núcleo Regional que dispensa as vacinas recebidas pelo estado.

O Núcleo recebeu 7.020 doses da vacina da Pfizer/BioNTech na última terça-feira (18) e, no dia seguinte, a secretaria de saúde de Alagoinhas treinou sua equipe para lidar com os detalhes que esse imunizante exige. O município acionou imediatamente a logística que planejou e retomou sua vacinação com a primeira dose. “Recebemos 3.510 doses e abrimos de imediato um plantão com 24 horas ininterruptas para voltar a vacinar pessoas com comorbidades e seguir descendo a idade das pessoas saudáveis”, explica Telma Pio, diretora da Vigilância Epidemiológica.

Segundo o Ministério da Saúde, o intervalo para a segunda dose dessa vacina é de 12 semanas.

Entenda os cuidados específicos da vacina da Pfizer/BioNTech

A equipe de saúde de Joaquim Neto realizou um treinamento com vacinadores para garantir a segurança da aplicação do novo imunizante que possui 95% de eficácia e requer cuidados diferenciados.

“É uma vacina que precisa de atenção em dobro para garantir a segurança e eficácia da imunização. Nosso processo em Alagoinhas passa por treinamento, supervisão, acompanhamento e pelo desejo que cheguem mais vacinas pra gente avançar ainda mais rápido”, destaca Eliana Teles, diretora da Atenção Básica em Saúde do município. Ela explica que a vacina da Pfizer/BioNTech precisa ser descongelada com antecedência, diluída em soro fisiológico aspirado com seringa específica, administrada na população com outro tipo de seringa e, principalmente, observar sua validade que é de 6 horas após a diluição.

O prefeito Joaquim Neto acredita que, com esse plantão de vacinação, o município chegará a mais de 32 mil pessoas vacinadas com a primeira dose e 15.300 com a segunda.

Da Redação: NCN=Nossa Conexão News com SECOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: