Prefeitura de Alagoinhas realiza a I Mostra Itinerante: a Infância Protegida com cuidado e carinho

Com o objetivo de comemorar os três anos de implantação do Programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz, a Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria de Assistência Social, realiza a I Mostra Itinerante: a Infância Protegida com cuidado e carinho. O primeiro dia da mostra aconteceu nesta segunda-feira (26), no CRAS da Praça do Céu, de onde segue para o CRAS Boa União (27/04), CRAS Riacho da Guia (28/04), CRAS Nova Brasília (29/04) e Unidade Descentralizada do Cadastro Único (30/04).

Cerca de 800 famílias são atendidas pelo Programa Criança Feliz, cuja missão é orientar os cuidadores  e promover vínculos familiares. São chamados de cuidadores, aqueles que passam a maior parte do tempo com as crianças.

De acordo com Emanuele Lopes, Diretora de Inclusão e Promoção Social da SEMAS, é notável os benefícios que o Criança Feliz promove às famílias. “Nós percebemos o impacto nos cuidados com as crianças, no desenvolvimento motor e cognitivo e na relação dessa família com o menor”. Ainda segundo ela, a  infância é protegida, a partir do momento em que a família  tem maior condição de cuidar da criança.

Da Redação:NCN= Nossa Conexão News com SECOM

A secretária da pasta, Ludmilla Fiscina, presente à ação, agradeceu a equipe pelo empenho e comemorou os resultados positivos do Criança Feliz. “A primeira infância é uma das etapas mais importantes na vida de uma criança e requer todos os cuidados. Esse apoio recebido pelas famílias tem tido um efeito muito positivo, com o fortalecimento dos laços e o desenvolvimento de crianças saudáveis e alegres, pois amor e acolhimento são essenciais. Além disso, os visitadores acabam sendo intermediários entre as necessidades das famílias e os serviços oferecidos pela SEMAS e seus órgãos de apoio social”.

A visitadora Valeria Tavares, que faz parte do programa desde o início, relatou que, na maioria das vezes,  as equipes começam a acompanhar a gestante em sua gravidez, estando presente nos primeiros meses do bebê, até a criança completar 3 ou 6 anos de idade – nos casos daquelas que apresentem algum problema no seu desenvolvimento, ou residam em instituições de acolhimento.  “Conseguimos  acompanhar a criança desde a barriguinha e podemos observar o seu desenvolvimento integral”. Valéria disse, ainda, que as famílias são sempre muito receptivas.

Foto: Roberto Fonseca

Um outro aspecto importante, estimulado pelo Criança Feliz, é a hora do brincar,“que é diferente de deixar a criança brincar sozinha. É um momento em que a família pode perceber alguma dificuldade que essa criança tenha para, de forma precoce, iniciar um acompanhamento com profissionais, como psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, entre outros”, declarou a coordenadora, Gabriela Carvalho.

O presidente da Associação Comunitária do bairro de Santa Terezinha, Fábio Moraes, prestigiou a Mostra Itinerante: a Infância Protegida com cuidado e carinho e atestou as melhorias nas relações familiares da comunidade. “O programa passa uma maior responsabilidade às famílias,  aumentando o compromisso para serem cidadãos de bem.  Fazemos um trabalho integrado e só temos a agradecer

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: